Close

É hora de recomeçar na Educação??

Partindo da origem latina da palavra Educação (Educere) que pode ser compreendida como “retirar de dentro”, preocupo-me que o recomeço seja confundido com dar sequência ao que era antes. É outro tempo!

Tempo que esbanja espaço para alguns conceitos que precisam fecundar e gerar novos frutos. Eis Paulo Freire em sua exuberância atemporal: “O bom educador é aquele que influencia seu aluno de tal maneira que o aluno não se deixa influenciar”.

Autonomia! Ahhh, querida Autonomia, por onde andas? Estás tão bem escondida que não lhe encontramos mais – ou somos nós a deixar de procurá-la?

Afinal, onde está a Autonomia? Muito próxima da Educação!! Contudo, podemos estar olhando para o lado errado…

Qual seria o lado certo? Acompanho os Pensadores que apontam que o processo educativo se instala de dentro para fora, onde os envolvidos atuam numa dinâmica empática, recíproca, complementar, num ambiente com boas doses de afeto e amorosidade, inspirando-se mutuamente através da influência positiva que liberta – e não tolhe ou cerceia. O que não existe no ambiente não se desenvolve na criança.

Num momento complexo como o atual (Segundo Semestre, 2021) acredito que devemos olhar com mais atenção para o Processo de Aprendizagem dos alunos, ou melhor, das pessoas, pois os Professores também precisam passar por “esse lugar” de aprendizagem. Aliás, todos nós precisamos disso agora, mais do que nunca.

Aprendizagem tem a ver com a construção coletiva do conhecimento, mas na prática vai além disso, pois geralmente reconstruímos partindo do que já conhecemos e do acervo que possuímos. Mais profundo é o fato disso tudo estar relacionado ao nosso Script (roteiro mental), que foi forjado na mais tenra idade pelos comandos das figuras parentais que nos imputaram potentes informações, as quais integram nossos quadros de referência.

Esses quadros de referência precisam de atualização e ressignificação – não apenas de recomeço ou continuidade. Ressignificar tem a ver com essa belíssima obra inacabada que somos, cada um à sua maneira, e que avança em infindáveis possibilidades, disponíveis na Neuroplasticidade Cerebral e na potência das relações humanas…

Nossa inteligência não é artificial – isso é coisa dos computadores, que são máquinas reprodutivas, lineares e algorítimicas, movidas pelo que se coloca dentro delas! Tais máquinas são “criaturas” de natureza inflexível, incapazes de desejar e super obedientes as regras.

A inteligência Natural é nossa!! Está presente em todo Ser Humano que sabe pensar – essa capacidade humana incrível, complexa, não linear, fascinante, modificável através das experiências, interpretativa, “sentível”, com olhar crítico que consegue se maravilhar com a estética do cotidiano, que se desenvolve e, naturalmente, nos abre ao conhecer!!

Recomeçar ou Ressignificar?! Sugiro um Pensamento mais Poiético e menos instrucional. Seguir na construção da história de vida nessa obra inacabada que somos, passa essencialmente por pensar com autonomia, de dentro para fora, abrindo-se àquilo que a Realidade nos apresentar, pois por vezes se impõe sobre nós sem que possamos controlar.

Me despeço deixando um olhar sobre a Educação, te convidando a pensar que “Ela” talvez seja mesmo aquilo que sobra quando esquecemos tudo o que aprendemos nas matérias da Escola.

Na convivência entre pais e filhos, por exemplo, não se tem notícias de apostilas, relação de conteúdos nem aplicação de provas. Cotidianamente vai acontecendo uma relação profunda e complexa, verbal e não verbal, não linear, abundante ou carente de afeto, capaz de gerar autonomia de alguma forma nos filhos, que levarão esse roteiro (Script) para o caminhar na vida adulta.

Por fim, é evidente que não se dispensa o domínio de conteúdo, justamente pelo espaço necessário que ocupam para a sequência da vida em sociedade, mas é fundamental saber pensar, se re-conhecer como indivíduo, atualizar seus quadros de referência e aprender a manejar seu próprio Script.

Isso permitirá escapar do passado que não passa, libertando sua criança interior da eventual identificação com ideias e emoções conflitivas, vivendo com mais leveza nos tempos atuais. E o grande fator corretivo do pensamento não é a linguagem, mas sim a Experiência.

Experimente Ressignificar!

Rony Tschoeke

Autor do Livro SCRIPT UMA OBRA INACABADA – Editora Chiado Books, 2021

@rony_tschoeke

15 Responses to É hora de recomeçar na Educação??

  1. Nelson Francisco Leal

    Excelente reflexão Dr. Rony!
    A boa semente que cair em terra fértil produzirá a 30, .60 e a 100 por 1.
    Parabéns !

  2. José Roberto Reale

    Não dá para continuar de onde parou. Vai ser preciso descobrir um novo significado, uma nova aprendizagem. Como o texto diz, a inteligência está dentro de nós . É preciso encontrar um novo caminho para o pós-pandemia.

  3. Jorge Olímpio Bento

    É urgente estabelecer um novo equilíbrio entre o de “fora para dentro” e o “dentro para fora”. Para quê? Para que o sujeito não se alheie das circunstâncias e também não seja esmagado ou alienado por elas. Erraremos sempre, mas é preciso errar cada vez melhor.

  4. Rony, excelente texto! Acreidito que a educaçâo pós pandemia relamente deve romper com a de antes, principlalmente no que diz respeito ao sistema bancário. Ela deve ser vivencial e o estudante protagonista e náo ouvinte passivo. Esporte, teatro, música e outras vivências devem permear ao processo de ensino e aprendizagem intermitentemente, e produzir autonomia, auto estima e cultura de paz entre outros .

    • Rony

      Muito importante essa visão que você traz, posicionando as artes e o movimento em posição de destaque, apontando ainda as inovações nas metodologias e tudo mais que deve permear o magnífico e potente processo de ensino aprendizagem!!!! Um forte abs e seguimos Construindo…

  5. Grácia

    Parabéns, Rony!
    Bela e importante reflexão. Reconhecer-se, ressignificar o conhecido, refazer-se. Um longo e desafiador caminho a percorrer! Um abraço

  6. Parabéns meu querido uma realidade o que acabei de ler que temos que buscar a inteligência que realmente está dentro de nós e mudar um exemplo tenho 76 anos me reinventei através do digital dentro da minha área e eu não sabia que tinha inteligência suficiente para entender esse mundo novo mais uma vez parabéns obrigada bjs

    • Rony

      Eu que te agradeço e parabenizo por continuar sendo essa potência inspiradora para tantas pessoas na direção de uma vida mais ativa e saudável! Lindo seu depoimento… Avante!

  7. Claudia Chaves

    Caro Rony,
    Esta é uma reflexão profunda que é importante ser feita.
    Não há mais espaço para retomar o que era antes. Vida é movimento e movimento requer transformação.
    Esse é um tempo de autodescoberta e de exercitar a autonomia em cada área de nossas vidas.
    Autonomia essa que vamos desenvolvendo ainda na infância.
    Somos todos potenciais educadores na sociedade, quando estimulamos o outro neste caminho de transformação.

  8. Cláudio Vinícius

    Excelente reflexão! Obrigado Rony, sempre agregando em nossas vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *